Em coluna temos a palavra

Patologias

Rompimento do Ânulo Fibroso

O que é?

O ânulo fibroso é a parte externa e mais resistente do disco interverteral. Este ânulo fibroso pode se romper ou fissurar. Os discos intervertebrais funcionam como amortecedores entre as vértebras, dando suporte às estruturas ósseas de toda a coluna vertebral. Pode ocorrer um rompimento do ânulo fibroso se houver muita pressão sobre o disco, tanto como por atividades da vida diária, tais como sentado, em pé ou como resultado de trauma na coluna vertebral.

Tratamento

Uma vez diagnosticado o rompimento do ânulo há uma série de tratamentos conservadores que ajudam a reduzir a dor.

Os tratamentos conservadores não tratam a doença, mas reduzem os sintomas de dor enquanto seu corpo cura a si mesmo pelo processo de desinflamação.

O exercício físico que fortalece os músculos abdominais e das costas é geralmente o pilar do tratamento conservador, seguido por regimes adequados de anti-inflamatórios e analgésicos. Muitos pacientes encontram alívio através deste tipo de tratamento. Este processo pode demorar vários meses, no entanto, se depois de um tempo, mesmo ainda sentindo dor e outros sintomas, deverá contactar o seu médico e discutir procedimentos minimamente invasivos disponíveis para sua patologia.

Os tratamentos que podem aliviar a dor gerado pelo rompimento do ânulo fibroso:

  • Bloqueio foraminal e Facetário;
  • Anuloplastia e nucleoplastia do disco utilizando laser;
  • Descompressão intradiscal;
  • Extração de fragmentos do disco se evoluir para uma hérnia discal.

Sintomas

O rompimento do ânulo fibroso pode comprimir estruturas nervosas e causar vários sintomas entre eles:

  • Formigamento
  • Adormecimento
  • Fraqueza muscular
  • Dor crônica
  • A dor irradiada ao longo do caminho da raiz do nervo

Diagnóstico

A dor é geralmente o fator que faz com que o paciente procure tratamento. Antes do seu médico recomendar um tratamento é necessário realizar um processo de diagnóstico:

  • Exame físico: Avalia a força e os reflexos do paciente. Isso pode determinar a extensão da lesão e é muito importante, já que a ruptura do ângulo que causa dor na coluna lombar pode evoluir para outras doenças como lombociatalgia.
  • Ressonância Magnética: Rajuda a visualizar imagens detalhadas de partes moles e ósseas do pescoço e coluna vertebral.
  • Discografia: Este método é geralmente muito eficaz para o diagnóstico de uma ruptura do ânulo. Um contraste é injetado no disco, dando ao médico uma imagem clara de qualquer dano discal que possa estar presente. A discografia não é utilizada rotineiramente no pré-operatório, mas realiza-se como uma primeira etapa de um procedimento cirúrgico.

Agende sua Hora

Solicite aqui seu agendamento de avaliação com a equipe médica da
Clínica Kennedy São Paulo.